terça-feira, 29 de setembro de 2015

Funcionário de empresa fornecedora de energia espanca cachorro ao entregar a conta e revolta internautas; veja vídeo


Imagem: Reprodução/Youtube
A imagem de uma cachorrinha sendo agredida por um entregador de correspondência no pátio de uma casa de Cerro Largo, na Região das Missões no Rio Grande do Sul, causou revolta entre os moradores da cidade. O vídeo, captado por câmeras de segurança da residência e publicado pelo dono da cadela Vick em uma rede social, teve mais de 600 mil compartilhamentos em menos de 24 horas. Veja o vídeo:



O caso foi registrado na manhã de segunda-feira (28). Nas imagens, o entregador, que é um funcionário da empresa Rio Grande Energia (RGE), aparece deixando uma correspondência na caixa postal, que fica perto do portão da casa. Em seguida aparece a cadela, que se aproxima dele. O homem bate duas vezes na cabeça do animal e vai embora.

A cadela Vick sai correndo e depois parece inconsciente. Por fim, uma mulher se aproxima do portão e a carrega no colo.

“Eu não quero que o rapaz perca o emprego, eu sei ele precisa, e sei que eles [funcionários] precisam se defender de outros animais mais violentos na rua. Mas acho que nesse caso foi desproporcional. Foi gratuito", disse ao G1 o dono do animal João Luis Amaral, de 54 anos. "Se o meu animal fosse feroz, já teria pego alguém. E nunca aconteceu", acrescentou.

Segundo ele, Vick chegou a ter convulsões a passou a tarde quieta, cabisbaixa, mas se recuperou. Não foi preciso levá-la ao veterinário. "Não estava em casa na hora, minha esposa me contou depois. A nossa cidade é pequena, mas meu intuito era mostrar para a comunidade o que pode acontecer com os bichinhos quando não estamos em casa", contou, dizendo ainda que não presenciou a cena, mas que não acredita que o animal tenha tentado avançar no homem.

João Luis procurou a RGE e encaminhou as imagens, captadas pela câmera de segurança de sua casa. Ele fez um registro na ouvidoria, mas não obteve retorno da empresa, diz ele.
A concessionária afirmou, por meio de nota, que o funcionário que agrediu a cadela estava no período de experiência e que ele já foi desligado da empresa. A empresa disse ainda que fez contato com a família e que se sente “constrangida” após o episódio e condena e repudia qualquer tipo de violência e crueldade contra os animais.

Confira a nota oficial da RGE na íntegra:

“A Rio Grande Energia (RGE) vem por meio desta afirmar que condena e repudia qualquer tipo de violência e crueldade contra os animais. A RGE se sente constrangida e lamenta a atitude de seu colaborador que atuava em Cerro Largo que agrediu um cão, sem qualquer motivo, na manhã do dia 28 de setembro, enquanto executava seu trabalho. O colaborador, que estava no período de experiência, foi desligado da empresa na manhã desta terça-feira. Mais uma vez, a RGE reforça que essa não é uma prática de seus funcionários e também registra que fez contato pessoal com os proprietários da residência. A empresa se colocou à disposição da família para amenizar eventuais transtornos. A concessionária ainda reforça que este tipo de comportamento, bem como outros que estejam em desacordo com nosso Código de Ética e Conduta Empresarial e nossos princípios, não serão tolerados sob qualquer circunstância e que a sustentabilidade socioambiental é um dos pilares da estratégia corporativa da companhia”.

G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...